Engenheiro de Manutenção Industrial (f/m) (Processo concluído)

Engenheiro de Manutenção Industrial (f/m) (Processo concluído)

Distrito de Coimbra

Localizado na Lousã, o nosso cliente é uma empresa de referência no sector papeleiro, com pendor fortemente exportador, que pretende contratar um Engenheiro de Manutenção Industrial (f/m). 

Com uma cultura alicerçada na tradição e qualidade, o cliente procura projectar-se no futuro integrando talento que lhe permita aumentar o grau de capacitação de respostas técnicas num ambiente de crescente complexidade. 

Principais responsabilidades: 

  • Programar e controlar as intervenções de manutenção (preventiva e correctiva) no equipamento, articulando-as com as actividades e tempos de paragem de produção; 
  • Optimizar o equipamento produtivo por forma a minimizar as intervenções correctivas e rentabilizar a produção;
  • Realizar a manutenção e intervenções correctivas ao equipamento do processo de produção de vapor e energia;   
  • Orientar técnica e disciplinarmente a equipa de operadores da manutenção mecânica e a a equipa de operadores de vapor/ETAR;
  • Coordenar e implementar novos projectos na área de manutenção/energia.

Perfil desejado:

  • Formação superior em Engenharia Electromecânica; 
  • Experiencia mínima de 3 anos em funções semelhantes/compatíveis, preferencialmente na indústria papeleira; 
  • Competências de liderança e gestão de equipas; 
  • Sólidas competências de comunicação num contexto de elevado interface entre os vários sectores funcionais da produção; 
  • Disponibilidade para deslocar-se à empresa fora do horário normal de trabalho sempre que surgir uma situação de emergência no funcionamento do equipamento produtivo.

Condições da oferta:

  • Possibilidade de contrato sem termo numa empresa que proporciona um projecto de carreira a longo prazo; 
  • Ordenado compatível com a experiencia comprovada do candidato. 

Agradecemos o seu interesse neste processo e informamos que apenas entraremos em contacto com os candidatos considerados elegíveis, num prazo máximo de 10 dias úteis.